Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

La Recoleta

Imagem
Um dos lugaes mais bonitos que visitei quando esive em Buenos Aires foi o cemitério de La Recoleta.  Sempre acreditei que se você deseja conhecer a cultura de um povo você deve estudar de que forma eles enterram e homenageiam seus mortos. Então, por mais mórbido que pareça, gosto de visitar cemitérios quando estou em um país diferente. 

Logicamente, isto difere muito hoje em dia, quando falamos de países inteiros, pois os cultos hoje em dia também tem muito a ver com o dinheiro. O que os vivos podem gastar com os que se foram. Então, mais interessante ainda é conhecer cemitérios antigos, histórias distantes e imaginar quantas gerações já se passaram desde que aquela pessoa veio ao mundo. E como estão hoje. 
Aqui estão enterradas diversas personalidades argentinas. É um cemitério chique, bonito e tranquilo, bem próximo a uma feirinha hippie que acontece todos os fins de semana. Dias antes eu já estava atazanando meus amigos do curso de espanhol que queria visitar a Recoleta e conhecer…

As águas de Tigre

Imagem
Na minha segunda semana na Argentina, convidei duas amigas do curso para conhecerem a cidade em que eu estava hospedada, Tigre. Havíamos combinado que no domingo seguinte (após termos as três ido a um show superlegal juntas no dia anterior) elas me encontrariam na estação de trem de Tigre.

Após alguns desencontros, no achamos no McDonald's. Com certeza, um dos melhores pontos de referência de qualquer lugar quando você precisa encontrar alguém.

O local era uma praça/pier/porto, tudo junto. Havia uma grande quantidade de stands vendendo passeios e barco, que poderiam incluir guias turísticos, almoço, piscina, etc. Optamos um passeio de 30 minutos de barco até uma das ilhas de Tigre (escolhemos a ilha de Tres Bocas) e pretendíamos almoçar por lá. Pegamos uma fila para entrar no barquinho e pronto. Passados uns 20 minutos, já estavamos sentadas bem na frente do barco, só esperando que ele saísse.

Eu adoro passeios de barco, sempre gostei. Houve até um tempo, quando novinha, que son…