Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2012

My Wild Christmas!

Imagem
Eu não estava animada para o Natal. Não sentia este espírito natalino, nem mesmo a vontade de estar com minha família. Achei que não me divertiria em estar com eles, pois são todos próximos e amigos que eu finalmente percebi como me distanciei de todo mundo, que não sei suas novidades e que as vezes não temos nem o que falar um ao outro.


É, eu não estava nem um pouco animada. Comecei a me arrumar um pouco antes do meu pai passar de carro para nos pegar. O calor não ajudava em nada, é terrível fazer maquiagem quando o dia está quente e úmido. Mas eu ao menos queria me sentir bonita...

O Guitarrista chegou do trabalho e logo encontramos com meu pai para irmos à São Paulo, onde moram meus tios e onde seria o Natal.


Ao chegarmos, minhas primas estavam se arrumando e eu aproveitei para tirar fotos do ambiente, da decoração de Natal. Eu mesma não tive animação para decorar minha casa. Não sou cristã (como a maioria de vocês já sabe), mas confesso que mesmo para decorar minha casa para o

Meu pequeno liefje!

Imagem
Acho que alguns de vocês acharam que eu jamais voltaria para falar do Morris... meu pequeno e lindo Morris.

Mas a verdade é que nosso relacionamento foi sempre tão intenso e tão incrível que ficou bem mais difícil para mim relembrar cada momento e escrever aqui. Eu não achei que me apegaria tanto a ele. Primeiro porque sempre tive mais afinidade com meninas, segundo porque ele era apaixonado pela au pair anterior, a Kika. E mesmo com 3 anos de idade, ele sabia que eu chegando... a Kika iria embora. Então, num primeiro momento, eu era a vilã a ser combatida.
Quando acordava e descia as escadas da casa em Haia, me encontrava na sala e quando passava por mim passava o mais longe que conseguisse, fazendo praticamente uma meia lua a minha volta... para ficar o mais distante possível. Eu ficava sem graça, me culpando por não conseguir fazer amizade com ele. Meu Host Father ria e sempre me garantia que ele iria se acostumar comigo. E isto realmente aconteceu! Mas não foi tão simples. Sua mane…

Um presente especial!

Imagem
Semana passada eu recebi um presente LINDO!!! E não foi um presente qualquer. Foi especial! Há alguns meses, postei sobre minha saudade de algumas coisas na Holanda; em especial a saudade do Iced Tea com gás! Algo que não temos no Brasil e que eu adorava tomar quando morava na Holanda. E sem esperar recebi um lindo presente de final de ano. Minhas duas "au pairs" Deborah e Talita; na Holanda, se deliciando com uma garrafinha de Iced Tea com gás, meu preferido. Uma surpresa linda... e me senti feliz, realizada. Tê-las ajudado a se tornarem au pairs em um país que eu amo tanto, ser sua agente e estar quase presente em alguns de seus momentos... e o que mais me fez feliz... ser lembrada!!! Mais que um presente real, físico... ser lembrada por elas me faz sorrir sem parar e ter a certeza de que eu amo ser quem eu sou e fazer o que eu faço por elas! E morrendo de saudades da Holanda, parece que eu ainda estou presente, mesmo que ali... naquela garrafinha de Iced Tea :)
Obrigad…

Como uma dona de casa!

Esta é a terceira semana que eu desfruto em casa. Após ter me desligado do trabalho, de tudo que estava errado comigo lá e de tudo que me desanimava, entro em mais uma semana como desempregada! Ok... não posso dizer que não esteja traqbalhando. Estou sim, e bastante. Como a maioria de vocês já sabe, eu sou uma Au Pair Agent e trabalho principalmente com a agência Huisje Boompje Nanny. É praticamente um trabalho freelance, mas eu gosto muito. Como o retorno financeiro não é muito, comecei a expandir esse negócio, estudar mais sobre os serviços que posso oferecer às meninas e como prepará-las melhor. E estou torcendo para dar certo, especialmente enquanto o "emprego dos sonhos" (ok, não existe, mas eu posso sonhar um titinho!!!) não aparece para mim. Acordo entre 8:30hs e 9:20hs da manhã. Faço um café quentinho e doce que desfruto vendo as notícias em algum canal como a BBC World News, e assisto também meu gato abrir e fechar os olhos na maior preguiça. Ligo o computador e en…

Não desta vez... ainda

Imagem
Mais uma dinâmica de grupo, mais um dia de atividades, dicussões e tarefas e depois aquela ansiedade apertando o peito. Será que passei? Pois é, desta vez ainda não. Como eu já havia comentado, quero mudar de vida; quero crescer e ter uma carreira digna. Quero trabalhar num ambiente saudável, com desafios e correria, sim... mas onde as pessoas se respeitam e onde há possibilidade de crescer. Mas a cultura do trabalho no Brasil ainda é deficitária, ainda há muito local aqui que acredita que o papel do chefe é aterrorizar seus funcionários para que eles entrem nos eixos. E nem toda pessoa tem perfil para ser chefe... pois para ser chefe é preciso antes ser líder! E liderar não é sinonimo de mandar, liderar é ouvir, conciliar, trabalhar, dar duro, driblar dificuldades e motivar a equipe. Uma equipe desanimada e insatisfeita não consegue ser produtiva. Então há pouco tempo comecei a me inscrever nos processos de trainee. Sei que deveria ter começado a procura antes, mas estava acomodada..…